Letramento digital: significados existentes e a proposição de um conceito

Este capítulo propõe um conceito de letramento digital que possa ser quantificado por um indicador voltado a mensurar as habilidades digitais da população brasileira. Por meio de pesquisa bibliográfica sistemática e entrevistas em profundidade, mapeamos os usos dos termos alfabetismo/letramento digital (em inglês, digital literacy), tanto na literatura nacional e internacional, como entre especialistas das áreas de educação e inclusão digital no Brasil. Como resultado, definimos letramento digital como a condição que permite ao sujeito usufruir das tecnologias de informação e comunicação (TICs) para se desenvolver autonomamente e atender às necessidades do seu meio social. A operacionalização do conceito se dá por meio da conjunção de duas dimensões complementares de habilidades funcionais que um indivíduo deve possuir: habilidades técnico-operacionais em TIC e habilidades informacionais em TIC. Ambas dimensões requerem pensar em letramento digital de forma não estática, distanciando-se de oposições como letrado(a)/ não letrado(a) digital, e apontando para um contínuo entre esses dois extremos.

 

Co-autora: Maria Carolina N. Dias (in memoriam)

 

Referência:  ROSA, F. R.; DIAS, M. C. N. Letramento digital: significados existentes e a proposição de um conceito. In: PEREIRA NETO, A.; FLYNN, M. (orgs.). Internet e saúde no Brasil: desafios e tendências. 1 ed. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2021. p. x-x. (no prelo)

0 Comments
Share Post
No Comments

Post a Comment