5G e Covid-19: das teorias da conspiração ao domínio da infraestrutura de vigilância

Saltou a grade de proteção e recebeu de fora a sacola. Olhou para cima e viu a luz piscando no topo da estrutura de metal ainda antes de cortar o sinal daquela célula incendiando os equipamentos em sua base. A operação havia sido rápida e fácil, mas, soube que, não longe dali, outra pessoa escalou trinta metros e ateou fogo diretamente nos radiotransmissores 5G, bem próximo a cabos eletrificados de alta tensão.

Ao longo dos últimos dois meses mais de 80 torres de operadoras móveis foram incendiadas apenas no Reino Unido, onde os ataques são mais frequentes, incluindo agressões a engenheiros e técnicos das empresas operadoras de rede.

Leia mais

0 Comments
Share Post
No Comments

Post a Comment